Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

Agricultura Biológica - área cultivada continua a aumentar

Segundo um relatório do Instituto para a Investigação da Agricultura Biológica (FIBL) e da Federação Internacional dos Operadores da Agricultura Biológica (IFOAM), a área cultivada mundialmente com agricultura biológica continua a aumentar.

Assim, a área total, em 2014, atingiu os 43,7 milhões de ha, ou seja, mais 0,5 milhões de ha que em 2013, sendo que as pastagens cobriram 27,5 milhões de ha, as culturas anuais 8,5 milhões de ha e as culturas permanentes 3,4 milhões de ha. Nos últimos dez anos, estas áreas cresceram cerca de 50%.

A Austrália, com 17,2 milhões de ha, é o país com a maior área bio (dos quais 97% são pastagens), seguida pela Argentina, com 3,1 milhões de ha, dos Estados Unidos, com 2,2 milhões de ha, da China, com 1,9 milhões de ha, da Espanha, com 1,7 milhões de ha, da Itália, com 1,4 milhões de ha, do Uruguai, com 1,3 milhões de ha, da França, com 1,1 milhões de hectares e da Alemanha, com 1 milhão de ha.

Em onze países, mais de 10% da área cultivada é ocupada pelo bio, sendo que as percentagens mais elevadas são nas Ilhas Falkland, 36,3%, no Liechtenstein, 30,9%, na Áustria, 19,3%, na Suécia, 16,2%, na Estónia, 16,4%, na República Checa, 11,1% e na Itália, 10,8%.

O mercado mundial de produtos biológicos deve ter atingido, em 2014, os 60 mil milhões de euros e é liderado pelos Estados Unidos, com 27,1 mil milhões de euros, seguido da Alemanha, com 7,9 mil milhões, da França, com 4,8 mil milhões e da China, com 3,7 mil milhões.

 

 

Fonte: Agronegócios