Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

As crianças podem mesmo beber leite?

São tantas as informações contraditórias sobre os malefícios e benefícios do leite que os pais já não sabem se devem dar laticínios aos filhos.

Para esclarecer qualquer dúvida, a Comissão de Nutrição da Sociedade Portuguesa de Pediatria defende que “o leite é um excelente alimento, não sendo aceitáveis campanhas contra a sua utilização tendo por base argumentos não fundamentados cientificamente”.

Em causa está um alimento completo, rico em proteínas de alto valor biológico, hidratos de carbono, lípidos, vitaminas e minerais, particularmente cálcio, “sendo por isso de grande importância nutricional ao longo de todo o ciclo de vida e muito particularmente ao longo dos períodos de aceleração de crescimento a partir da idade pré-escolar, com destaque para o período da adolescência, fase da vida em que aumentam as necessidades em todos os nutrientes” acrescenta a Comissão.

Também por parte da Ordem dos Médicos Dentistas, acrescenta-se o efeito protetor do leite na prevenção do aparecimento de cáries dentárias.

Carla Rêgo, pediatra, relembra também a importância do consumo de leite para a obtenção de cálcio e vitamina D, ambos elementos auxiliadores na construção e manutenção da massa óssea. Por fim, no que toca a alternativas vegetais, a pediatra defende que não são substituto do leite, apesar de não haver qualquer problema para a criança se esta gostar, ocasionalmente.

O leite não deve ser utilizado como uma bebida, mas sim fracionado em snacks duas ou três vezes por dia. Por exemplo, um copo de 125 mililitros de leite, um iogurte ou uma fatia de queijo de cada vez.

Fonte: Expresso