Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

D-Ribose: o novo alimento autorizado que já se vende há anos

A colocação no mercado do suplemento alimentar D-Ribose foi recentemente autorizada pela UE tendo em conta o Regulamento (UE) 2015/2283 dos novos alimentos.

No entanto, este produto já era comercializado em estabelecimentos portugueses dedicados à alimentação biológica.

Apesar disso, durante um período de cinco anos só a requerente inicial, a norte-americana Bioenergy Life Science, Inc., que fez o pedido no Reino Unido, está autorizada a colocar no mercado da União o novo alimento.

O pedido inicial, em 2008, solicitava que a ribose fosse utilizada em diversos alimentos, incluindo aqueles destinados a fins medicinais específicos, os substitutos integrais da dieta para controlo do peso, assim como suplementos alimentares.

No entanto, apenas a alteração do pedido inicial do requerente permitiu a autorização exposta no Regulamento (UE) 2019/506, em que foram eliminadas algumas das categorias de alimentos propostas, reduzindo os níveis máximos de utilização e atenuando eventuais preocupações de segurança.

Na recente autorização da UE, é reforçada a ideia de controlo da ingestão de alimentos que contenham D-ribose, em conjunto com a toma de suplementos alimentares da mesma substância.

Estes devem ser moderados de modo a evitar o excesso de ribose dado os efeitos nocivos da sua concentração em níveis não seguros. Por isso, é necessário informar os consumidores do seu modo de utilização correto através de rótulos adequados.

A ingestão de suplementos de ribose ou bebidas que possuam esta substância alegam melhoria energética e do desempenho durante o exercício físico. Além disso, auxiliam na recuperação do tecido muscular e diminuem o cansaço após os exercícios.

Fonte: Agricultura e Mar Atual

  • Last modified on Tuesday, 02 April 2019 11:26