Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

Ingredientes à base de fruta oferecem meios naturais de adoçar os cereais

O desenvolvimento de ingredientes produzidos com componentes da fruta, permite que as empresas do setor alimentar mudem o paradigma dos açúcares refinados. A troca dos açúcares convencionais por alternativas mais naturais, tornará os produtos mais saudáveis, mas igualmente saborosos.

Estes ingredientes são resultado de concentrados, purés e fibras da fruta obtidos de maçã, banana, manga, citrinos, ananás, entre outros. Quando aplicados a cereais, o teor de açúcar na declaração nutricional será correlacionado à quantidade de ingredientes produzidos com componentes da fruta.

Particularmente nos cereais destinados a crianças, é uma mudança necessária dada a crescente pressão para a diminuição dos açúcares em alimentos e bebidas, sem afetar o sabor doce do produto.

Usualmente, os açúcares refinados constituem entre 15 a 40% de uma típica caixa de cereais. Assim, a nova geração de cereais deverá ser mais nutritiva, com rotulagem mais clara e com infusão de ingredientes naturais, sem, claro, sacrificar as qualidades organaléticas.

A adição dos ingredientes à base de fruta deverá ser feita via injeção de base líquida em misturas de farinha. Alternativamente, também podem ser aplicados como revestimento do próprio cereal.

Prentende-se então a transição de açúcares não refinados para refinados no setor alimentar e, particularmente, aplicado aos cereais, produtos tipicamente ricos em açúcares não naturais.

Fonte: Food Navigator