Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

Sobreviver ao calor com chá quente? Há opções improváveis para este verão

Manter o corpo hidratado é o primeiro passo para suportar o calor. Com as temperaturas a subir, o corpo ‘consome’ mais água para transpirar – forma natural de garantir uma proteção contra o calor extremo – e por isso há que repor os níveis de hidratação. Mas como já referimos, há outras formas (menos óbvias) de nos ‘refrescarmos’ por dentro, como é o caso do chá quente.

O Lavanguardia sugere chá de menta e explica que, ao incentivar o processo de sudação, através do consumo de bebidas quentes, “estará a libertar o calor corporal e a contrastar os efeitos das altas temperaturas”. É por isso que (extremismos à parte) beber água natural será mais benéfico do que água fresca, uma vez que ajuda a equilibrar a temperatura corporal.

Garantida a hidratação, também a própria alimentação é essencial para que se ‘sobreviva’ ao tempo quente da forma mais saudável. Isto porque a água não é nutritiva e portanto não garante que mantenha o corpo fresco a partir do seu interior.

Seguindo, então, a fórmula de hidratação + nutrientes, os alimentos preferidos devem ser aqueles com maior quantidade de água, como o tomate, altamente nutricional e uma boa base para a sopa favorita do verão – gaspacho. Também a melancia será uma boa opção, já que é 93% constituída por água e conta com muitas poucas calorias (apontam-se 20 por cada 100 gramas).

Também os alimentos ricos em antocianinas, que funcionam como antioxidantes, são essenciais já que diminuem a pressão arterial e facilitam a dilatação dos vasos sanguíneos – aspetos relevantes para baixar a temperatura corporal. Neste sentido, são os frutos vermelhos os alimentos mais aconselhados.

Por fim, outro alimento que o jornal espanhol aconselha como essencial durante o verão e que não é nada óbvio, são a pimenta e pimentos picantes. Por um processo semelhante ao do chá, é pela necessidade de sudação, principalmente na zona do rosto, que se aponta como benéfico o consumo de tais alimentos.

Fonte: Notícias ao Minuto