Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

Conheça 3 “novas” culturas que podem ser rentáveis

É agricultor e está a procura de uma nova cultura para investir? Quer rentabilizar o espaço disponível da sua exploração agrícola? Não trabalha no sector, mas anda à procura de uma cultura rentável para se iniciar? Então este artigo pode ser bastante útil para si! De acordo com a Modern Farmer, estas podem ser boas alternativas de culturas de nicho para agricultores de pequena dimensão. Confira abaixo três exemplos de opções que pode “abraçar” caso esteja numa das situações acima indicadas.

Açafrão

Esta especiaria composta por pequenos filamentos é uma das mais caras do mundo (5000 e os 10 mil dólares por 0,5 kg). Segundo a Modern Farmer, para produzir cerca de meio quilo desta cultura são precisas, imagine-se, cerca de 50 mil flores. Possui a vantagem de necessitar de uma reduzida área para a sua instalação e relativamente às condições edafo-climáticas para que o seu ciclo cultural se desenvolva em pleno. Exige Invernos amenos e secos.

No entanto, possui a grande desvantagem de ser necessária mão de obra bastante exigente e com elevado grau de profissionalismo para além de um elevado investimento inicial. O açafrão está muito em alta entre os apaixonados pela alimentação saudável (por ser termogénico e anti-inflamatório) sendo utilizado na chamada “bebida dourada”.

Bagas de goji

Este super-fruto é produzido sobretudo no continente asiático (principalmente na China), mas também em Portugal há agricultores a aventurarem-se nesta cultura). As bagas de Gogi são um fruto constituído por pequenas bagas vermelhas, que são desidratadas ao sol ou a temperaturas inferiores a 40ºC e consumidas nas formas seca e crua.

De acordo com a Modern Farmer, 2500 m2 de terreno agrícola utilizados para esta cultura podem trazer uma rentabilidade de quase 3000 kg do fruto em fresco, o que faz desta uma das culturas mais rentáveis e procuradas pelos empresários deste sector.

Lavanda

A lavanda é sem dúvida das culturas mais atractivas, principalmente devido às diversas utilizações comerciais que podem ser dadas através desta planta. O mercado dos cosméticos incorpora-la nas suas formulações, sobretudo em loções e óleos essenciais.

De salientar, que um dos factores que a tornam tão procurada ultimamente é o facto de ser uma planta que não tem grandes exigências edafo-climáticas, o que faz com que possa ser produzida em praticamente qualquer lugar.

Se quer iniciar-se nesta cultura apenas tem de garantir que o terreno onde esta se vai desenvolver não tenha problemas de drenagem. Em climas secos, deve ser utilizada a rega para garantir o bom crescimento e desenvolvimento da cultura. Possui também a vantagem de não ter grandes necessidades nutricionais, pelo que pode poupar em questões da fertilização.

Fonte: Agroportal