Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

Consumo anual per capita de peixe aumentará para 21,5 kg

Em 2030, a produção total de pescado aumentará para 204 milhões de toneladas, o que representa 15% mais que em 2018, indica um relatório da ONU sobre o estado mundial da pesca e da aquicultura.

O estudo revela, em concreto, que o consumo anual per capita de peixe é de 20,5 quilogramas, devendo alcançar, dentro de 10 anos, os 21,5 quilogramas. O crescimento é quase a metade do aumento registado na década passada.

Sustentabilidade

De acordo com a ONU, 78,7% de todo o pescado que se desembarca procede de povoações biologicamente sustentáveis. A este respeito, Rupert Howes, diretor executivo da MSC, indica que a procura mundial de produtos pesqueiros é maior do que nunca. “Mas, se queremos continuar a satisfazer as necessidades no futuro, devemos impulsionar a adoção de medidas para gerir, de modo sustentável, as pescas a nível mundial. Mais de um terço das pescas (34,2%) é feita de modo insustentável, uma tendência que continua a piorar ligeiramente, apesar de alguns sinais animadores. Onde se adotaram medidas de gestão efetivas foram feitas melhorias na recuperação das populações das espécies, tais como o atum riscado, o badejo do Alasca e o bacalhau do Atlântico”.

Covid-19

O estudo destaca que a indústria pesqueira mundial se adaptou rapidamente aos danos causados pela pandemia do coronavírus. “Quando sairmos desta crise, é fundamental que façamos uma melhor reconstrução e nos centremos na sustentabilidade. Sabemos o que funciona: fixar regimes de ordenamento pesqueiro com base científica, acabar com as subvenções prejudiciais, as regras de controlo de captura efetivas e travar a pesca ilegal, não regulada e não declarada”.

Fonte: Grande Consumo