Portuguese English French German Italian Spanish

  Acesso à base de dados   |   email: qualfood@idq.pt

Mais de 230 mil crianças excluídas de programa alimentar

Foi criado, ano passado, um programa de estímulo dos bons hábitos alimentares desde a infância. No entanto, a fruta e legumes deste programa de educação alimentar pago pela União Europeia chegou apenas a um em cada três alunos do 1.º ciclo.

Duas vezes por semana, o lanche das crianças do 1.º ciclo deveria incluir uma peça de fruta ou um legume, facto que nem sempre se verificou para mais de 230 mil crianças.

Por outro lado, a distribuição de leite, também incluída no âmbito do programa, foi eficaz entre os alunos do pré-escolar até ao quarto ano de escolaridade.

Segundo relatório citado pela agência Lusa, Portugal usou apenas 1,7 milhões de euros dos mais de cinco milhões atribuídos pela União Europeia.

A responsável pelo programa da Direção-Geral da Saúde, Maria João Gregório, que reconhece que a iniciativa tem ficado aquém do esperado, diz que a distribuição de fruta e legumes nos lanches dos alunos do 1.º ciclo vai ser alargada ao pré-escolar.

A maioria dos municípios não tem aderido ao programa, que é uma parceria entre os ministérios da Agricultura, Educação e Saúde. Aguardam-se pois esclarecimentos por parte do Ministério da Agricultura, responsável pela operacionalização do projeto.

Fonte: RTP